Notícias

Fundação de Saúde passa a administrar, também, o hospital de Cláudia

  13 de Mai de 2020 ás 15h 34min


“O grande sonho de Cláudia é que aqui sejam feitas suas cirurgias e é essa história que queremos construir”,

A Fundação de Saúde Comunitária de Sinop, que administra o Hospital Santo Antônio, passa, agora, a administrar, também, o Hospital dona Nilza de Oliveira Pipino, da cidade de Cláudia, distante 90 quilômetros de Sinop. O contrato de parceria entre Fundação e Prefeitura de Cláudia foi assinado esta semana.

Mais que uma assinatura e uma prestação de serviços, ao assumir a administração do hospital, a Fundação passou a simbolizar para os cidadãos claudienses a esperança de uma saúde de qualidade, com mais especialidades médicas e, principalmente, a possibilidade da realização do sonho de um dia ter seus filhos nascidos em sua própria cidade.

De acordo com o superintendente da Fundação, Wellington Randal, a nova administração traçará metas para atender aos anseios da população. “O grande sonho de Cláudia é que aqui sejam feitas suas cirurgias e é essa história que queremos construir”, disse ao pontuar que tudo será construído passo a passo e que o primeiro será a estruturação do Sistema Único.

O prefeito Altamir Kurten revela que a terceirização proporcionará, não apenas a implantação de novas especialidades e a criação dos serviços de urgência e emergência 24h mas, principalmente, uma estruturação da saúde básica. “As Unidades Básicas de Saúde vão trabalhar, exclusivamente, para as gestantes e os idosos, por exemplo. Finalmente, começamos a fazer a coisa correta que é trabalhar a prevenção. A urgência e emergência vamos deixar para o hospital”, dispara ao elencar a, já, estruturação de uma UBS e a construção de outras três.

De acordo com o superintendente da Fundação, já há uma previsão de planos de investimentos que visa uma solução mais rápida para a saúde de Cláudia e mais comodidade para seus pacientes. Por enquanto, o hospital Nilza de Oliveira Pipino irá atender à população de Cláudia e União do Sul. Há, ainda, a possibilidade de atendimento médico e de internação aos moradores de Marcelândia, o que tornaria Cláudia uma referência em saúde para aquela micro região.

“O Hospital Santo Antônio nos dá muita segurança e confiança nessa nova etapa da saúde de Cláudia porque já é uma referência em saúde para Sinop que atende paciente de várias cidades, inclusive daqui [Cláudia]”, pontua ao ilustrar que são, pelo menos, mil pacientes mês transportados para tratamento de saúde fora de Cláudia.